9 dicas de marketing digital para e-commerce que vão impulsionar o seu comércio online

 

Dentre os benefícios que a internet trouxe para a vida do consumidor, ganhar tempo é um dos que mais se destacam.

Afinal, é muito mais fácil fazer compras pela web e recebê-las em casa ao invés de ter que se deslocar para um shopping ou qualquer centro comercial, pesquisar preços em diversas lojas e assim tomar a decisão de comprar ou não um produto.

Sendo que existe o risco dele voltar sem nada para casa, pois não encontrou o que gostaria ou o preço não agradou.

É nesse sentido que a internet tornou-se e torna-se a cada dia mais uma ferramenta influenciadora na jornada de compra do consumidor, empoderando-o com a possibilidade de pesquisar e se informar antes de tomar a sua decisão de compra.

Porém, esse fato torna a concorrência na internet gigante, pois se está mais fácil para o consumidor acessar, se informar e comprar, também está mais fácil para que todos tenham a oportunidade de empreender e vender seus produtos nesse canal.

Por isso que trabalhar com e-commerce exige uma dedicação especial para suas ações de marketing, que são bem diferentes das que são feitas por negócios offline, mas com o mesmo objetivo: atrair leads e convertê-los em clientes.

Então, preparamos 9 dicas de marketing digital para e-commerce para que você possa impulsionar as suas vendas online. Confira:

1 – Tenha um Plano de Negócio

É muito comum, vermos por aí, negócios fechando prematuramente por falta de planejamento.

Por isso, mesmo que você esteja no início da operação do seu comércio online, e seja ele pequeno ou não, é importante começar com um planejamento.

E a maneira mais indicada de fazer isso é através da elaboração de um Plano de Negócios. Afinal, ele será o guia para as ações estratégicas do seu e-commerce proporcionando um direcionamento do negócio para atingir o sucesso.

Com essa ferramenta em mãos, será possível definir os objetivos, metas e ações a curto, médio e longo prazo.

Para o segmento de e-commerce é importante definir objetivos e ações referente ao estudo da sua persona e quais produtos se adequam mais a ele, além de planejar e elaborar um calendário para divulgação e promoções que serão feitas ao longo desse período.

Não se esqueça também de planejar os investimentos que pretende fazer, tanto em relação ao dinheiro, quanto na questão do tempo que será dedicado para executar as ações que serão planejadas.

2 – Valorize o seu produto

Tenha em mente que a internet ainda não oferece para o cliente a mesma experiência das compras offline, pelo simples fato de não ser possível ver ou tocar o produto antes de concluir a compra.

Por isso, valorize o seu produto ao máximo, disponibilizando fotos de qualidade, mostrando todos os seus ângulos, além de fornecer uma descrição completa, com todas as suas características e deixe claro quais são as recomendações de uso.

Entenda que nas vendas online, a decisão da compra pode ser postergada ou eliminada a qualquer momento e para que isso não ocorra o cliente deverá sanar todas as suas dúvidas para sentir-se seguro.

Ter um canal de comunicação de fácil acesso para o cliente, tal como um chat ou e-mail, também poderá ajudar nessa questão, pois assim ele conseguirá eliminar suas dúvidas de forma mais fácil antes de desistir de uma compra.

3 – Invista no Marketing de Conteúdo para captar Leads

marketing de conteúdo pode ser um grande aliado nas suas ações de marketing digital para e-commerce. Com ele, é possível trabalhar de duas maneiras.

A primeira é em na própria descrição dos produtos da loja virtual, a qual é possível aplicar estratégias de SEO para que o Google possa rankear a sua loja da melhor maneira possível na busca orgânica.

Caso você já receba a descrição pronta do fornecedor, o indicado é que você utilize-a apenas como base e crie uma original pensando nessa questão de palavras-chave e SEO, pois para questões de posicionamento, o Google valoriza muito mais conteúdos originais.

A segunda maneira é investir na produção de conteúdos de apoio e disponibilizá-los em um blog, mostrando que a empresa entende bastante daquele estilo ou tendência de consumo que está vendendo.

Esse conteúdo pode ser desde simples dicas através em artigos ou ebooks que mostram boas práticas para utilizar um produto em específico.

O blog é uma excelente ferramenta de atração de visitantes. O seu desafio será transformar esses visitantes em leads. Para isso, use e abuse de Landing Pages e formulários junto com esses conteúdos.

4 – Utilize o e-mail marketing para se relacionar

Sem dúvida nenhuma, o e-mail marketing é uma das ferramentas mais poderosas a ser utilizada em ações de marketing digital para e-commerce. Pois o email ainda é um dos principais canais de relacionamento na internet.

Por isso, é importante se relacionar com sua base de leads e clientes através dele com uma frequência constante, para que eles possam lembrar do seu negócio sempre. Saiba que para o segmento de ecommerce, as ações fundo de funil estão centralizadas no email marketing.

Apenas tome cuidado para não ser invasivo, enviando uma quantidade absurda de emails durante a semana.

Para que o desempenho de suas campanhas tenham um bom resultado, comece segmentando sua base de contatos pelo interesse que ela já demonstrou em interações anteriores.

A partir daí, será possível direcionar uma comunicação focada somente naquele interesse, tornando as chances de conversões mais reais.

Não se esqueça também de que uma boa campanha de email marketing começa pelo título. Ele deverá ser atrativo a ponto de despertar a curiosidade do cliente em abrir o email, para verificar o seu conteúdo.

5 – Mostre que o seu site é de confiança

Apesar das vendas online estarem crescendo a cada dia por conta do empoderamento que a internet proporciona para os consumidores, grande parte deles ainda são desconfiados e tem um pé atrás em concretizar uma compra, principalmente com o seu cartão de crédito.

Por isso, será preciso se atentar com todos os detalhes do seu site para que ele transmita confiabilidade e segurança.

Para isso, preze por uma busca e um layout amigável, além de oferecer o máximo de instruções possíveis em relação a como a compra deve ser realizada.

É preciso também contar com serviços que sejam seguros e tenham protocolos confiáveis para as transações financeiras. Por isso, pesquise bem sobre o intermediador de pagamento que você deseja contratar.

Atendendo a essas recomendações, dificilmente o consumidor encontrará argumentos para julgar o seu site como não confiável!

6 – Não se esqueça das mídias sociais

Assim como o email marketing, as mídias sociais são ferramentas que você não pode deixar de contar em suas estratégias e ações de marketing digital para e-commerce.

Uma boa prática é utilizar as postagens propondo a interação entre as pessoas que seguem a sua página.

Por exemplo, se você tem um e-commerce de acessórios para motociclistas, você pode postar a promoção de um capacete com a seguinte descrição: “Marque aqui seu amigo motociclista que gostaria de ter esse capacete…”

Ações como essa ajudam na indicação da loja e estimula que cada vez mais pessoas conheçam os seus produtos.

Não se esqueça também de estudar e realizar ações que envolvem os anúncios patrocinados dessas mídias, para que seja possível adquirir leads e clientes por esse meio também.

7 – Não se esqueça que o mundo está cada dia mais Mobile

Outra realidade que você não pode deixar de lado é o fato dos smartphones estarem cada vez mais presentes na vida das pessoas.

Portanto, ter um site responsivo e com um layout amigável para esses dispositivos é o mínimo que você tem que ter.

Além disso, é preciso entender também quais estratégias de marketing digital, que sejam focadas em dispositivos mobile, você poderá adotar.

Criar um aplicativo para a sua loja ou fazer ações específicas para quem chega até ela dessa maneira, são ideias que você pode aplicar desde já. É o que chamamos de Mobile Commerce.

8 – Ofereça benefícios para adquirir clientes

Não tem jeito, para que você possa ter mais chances de adquirir um novo cliente, vai ter que disponibilizar uma condição especial para que ele faça a primeira compra.

Oferecer frete grátis e cupons de desconto são estratégias que poderão ajudá-lo com essa questão.

Afinal, ações como essa mostram a disposição em levar o cliente para conhecer os seus produtos e também a estar cada vez mais presente em sua loja virtual.

Após essa primeira conversão, seu foco deverá ser entender o interesse de cada cliente para estimular uma recompra o mais breve possível. Para isso, conte com o apoio das ações de relacionamento através do email marketing.

9- Cuidado com as métricas de vaidade

Entender quais estratégias de marketing digital para e-commerce estão sendo efetivas ou não para o seu negócio é importante. Isso será possível  fazendo algumas análises dos resultados gerados.

Porém, tome cuidado para não se basear essas análises em métricas de vaidade. Se preocupar com os visitantes e seguidores da sua página no Facebook é importante, mas não são elas que indicaram se o seu investimento está dando resultado ou não.

Nesse sentido, uma forma fácil de fazer essa análise é trabalhar com o Funil de Vendas e medir as taxas de conversão de suas etapas, além das fontes de origem de tráfego, leads e clientes. É possível também realizar uma análise específica para cada canal de aquisição.

Com essas dicas será possível que você comece a trabalhar com o marketing digital para ecommerce ainda hoje. Porém, não se esqueça que os resultados não virão do dia para a noite e como a concorrência nesse mundo é grande, é preciso paciência para construir a reputação do seu negócio.

 

Fonte: http://saiadolugar.com.br/marketing-digital-para-e-commerce/?utm_content=buffer1a6d1&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer